BARÃO DE MELGAÇO

Índio da etnia Guató atacado por onça no pantanal na sexta foi transferido neste sábado (17) para Cuiabá

Redação: Notícias da Baixada | 18/10/2020 - 19:42
Índio da etnia Guató atacado por onça no pantanal na sexta foi transferido neste sábado (17) para Cuiabá

O Indígena de 36 anos da etnia Guató,  localizada nas imediações de Barão de Melgaço, em Mato Grosso,ue  foi atacado por uma onça pintada no Pantanal mato-grossense, na noite de sexta-feira (16), quando voltava para a casa, sofreu ferimentos graves, inclusive em uma das artérias da cabeça, segundo os médicos.

O rapaz foi levado para Cuiabá consciente,  após receber os primeiros socorros ainda na área pantaneira. Os ferimentos foram em sua maioria na cabeça, no pescoço, nas costas e nos braços da vítima, que foi identificado como Irenaldo José da Silva.

Conforme informações do tenente coronel Dércio, do Corpo de Bombeiros Militar MT, dois soldados que estavam na região do Rio Pixaim foram ao atendimento primário da vítima e relataram a situação aos seus coordenadores.

Ao chegar ao local, os soldados Zancanella e França relataram que a vítima estava ferido na região da cabeça, porém, já tinha recebido os primeiros socorros do médico Rafael Lobo,  residente da mesma aldeia que a vítima também mora.

O médico relatou que Irenaldo estava consciente, porém, com saturação baixa. A estratégia da equipe foi conduzir a vítima junto do médico ao encontro da unidade de resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), visto que estava com perda significativa de volume sanguíneo.

No trajeto, a vítima foi transferida  para a ambulância  que deslocava de Poconé MT  junto de uma viatura da Força Nacional. A vítima,  foi entregue à unidade médica de Poconé MT e , teve que ser transferido para Cuiabá, pois os ferimentos eram muito extensos, chegando a atingir uma artéria. Ele necessitava de um atendimento especializado em um centro cirúrgico.

  

Fonte: G1MT