Notícias e Informações em tempo real dos municípios que compõem a região da Baixada Cuiabana
BARÃO DE MELGAÇO

Líder do movimento "Cota Zero" repudia omissão de Elvio

Redação: Notícias da Baixada | 18/11/2019 - 11:41
Líder do movimento Foto - Divulgação via Facebook

“O prefeito Elvio de Souza Queiroz (PSC) faz o povo sofrer, e prefeito que faz o povo sofrer, não merece ser reeleito”, desabafou Nilma Silva, que é a uma das lideres do movimento, moradora e empresária na cidade de Barão de Melgaço, que repudia a omissão de Elvio referente a luta contra o projeto “Cota Zero”.

A ambientalista relatou que inúmeras vezes procurou o prefeito de Barão de Melgaço, para tratar dos interesses do povo, dos ribeirinhos, dos catadores de iscas, dos empresários que dependem do mercado da pesca, para sobreviver e sustentar suas famílias, que não foi recebida, e quando atendeu seus telefonemas mentiu falando que iria apoiar o povo de Barão.

“Na audiência pública, que foi realizada pela Câmara Municipal de vereadores de Barão de Melgaço, em parceria com a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, que contou com a presença de vários políticos e lideranças, o que mais chamou atenção, foi a falta da presença do prefeito Elvio, que a sua ausência comprovou os interesses em atender as demandas da população”, explicou Nilma.

Barão de Melgaço é um município que fica localizado a cerca de 100km de Cuiabá, as margens do Rio Cuiabá, uma das principais entradas do Pantanal, e a pesca é uma das principais fontes de renda da população, que vai desde o catador de iscas, aos pirangueiros, aos donos de restaurantes e pousadas, até lojas de equipamentos de pescas.

“Das cidades envolvidas no projeto “Cota Zero”, Elvio é o único que se omitiu”.

A gestão do prefeito Elvio está sendo marcada por diversos escândalos, o homem que foi eleito pela maioria, alimentou a esperança de dias melhores para o povo de Barão, mas os escândalos de sua gestão, transformaram os sonhos em pesadelos.

Assista o vídeo com o repúdio da ambientalista

Fonte: Redação