POLÍCIAS NAS RUAS

Força-tarefa busca pelos assassinos de servidora pública

Redação: Notícias da Baixada | 02/07/2019 - 16:17
Força-tarefa busca pelos assassinos de servidora pública

Polícias Militar e Civil estão nas ruas, em força-tarefa, para localizar os 3 suspeitos na morte da assistente social e servidora pública de Várzea Grande, Sandra Siqueira Travaína, 48, morta com um tiro no rosto durante um assalto em sua residência.

De acordo com o coronel Marcos Roberto Sovinski, o objetivo dos policiais é fazer a prisão dos suspeitos ainda em flagrante.

Não podemos passar mais informações do que já foi apurado, mas queremos esclarecer o mais rápido possível esse crime que chocou a cidade de Várzea Grande”, disse o coronel.

O crime Por volta das 21h50, a servidora chegava em casa e enquanto abria o portão, 3 homens saíram da casa da frente e foram em direção ao carro da vítima. Um deles entrou e outros dois ficaram na porta. O suspeito teria anunciado o roubo, batendo com a arma na janela do veículo. Sandra teria buzinado para chamar a atenção do marido, quando o suspeito atirou.

O tiro acertou o rosto da servidora, que foi socorrida, mas não resistiu e morreu. Em um vídeo registrado na pelo circuito interno de segurança, é possível ver o momento da ação. Os bandidos fogem enquanto o portão era fechado. Sandra já estava baleada.

Prefeitura lamenta Assistente social por formação, Sandra atuava na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo. Em 2016 ela também disputou uma vaga na Câmara Municipal. Em nota, o executivo municipal lamentou a morte , considerada prematura.

Veja a nota na íntegra:

A Prefeitura de Várzea Grande por meio da secretaria de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo lamenta com pesar o falecimento da servidora SANDRA REGINA TRAVAINA SIQUEIRA, ocorrido de forma prematura. Aos familiares, os sentimentos e a certeza de que o conforto será divino.

Fonte: GDigital